Floresta e Ambiente
https://floram.org/article/doi/10.4322/floram.2014.012
Floresta e Ambiente
Original Article Silviculture

Secagem e Condicionamento Osmótico em Sementes de Hancornia speciosa Gomes

Drying and Osmotic Conditioning in Hancornia speciosa Gomes Seeds

Masetto, Tathiana Elisa; Scalon, Silvana de Paula Q.

Downloads: 0
Views: 858

Resumo

A Hancornia speciosa é uma espécie arbórea nativa do Cerrado brasileiro, cujas sementes são sensíveis à dessecação. Objetivou-se no presente trabalho avaliar a secagem e o condicionamento osmótico em sementes de H. speciosa. Foram utilizadas sementes com 48% de teor de água, que foram secas lentamente até atingirem 20%, 15%, 10% e 5% de teor de água. Para avaliar o condicionamento osmótico, as sementes foram embebidas em 12 mL de soluções de polietilenoglicol nos potenciais osmóticos de 0,0; –0,2; –0,4 e –0,6 MPa durante dois dias. Em seguida, as sementes foram secas até o teor de água original. Os experimentos foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições de 50 sementes. A redução do teor de água de 20% até 5% reduziu o potencial fisiológico das sementes. As sementes de H. speciosa não necessitam de condicionamento osmótico, uma vez que a embebição das sementes nas soluções osmóticas de até –0,6 MPa resulta na redução da porcentagem de germinação e do comprimento de plântulas.

Palavras-chave

cerrado, polietilenoglicol, teor de água de sementes

Abstract

Hancornia speciosa is a native tree species of the Brazilian Cerrado whose seeds are desiccation sensitive. In this study, we aimed to evaluate drying and osmotic conditioning in H. speciosa seeds. We used fresh seeds with 48% moisture content, which were slowly dried until they attained contents of 20%, 15%, 10% and 5%. To evaluate osmotic conditioning, the seeds were imbibed in 12 mL osmotic solutions at 0.0; –0.2; –0.4 and –0.6 MPa for two days. After that, they were dehydrated until their original moisture content. The experiments were carried out in a completely randomized design with four repetitions with 50 seeds each. Reduction in moisture content from 20% to 5% decreased the physiological potential of seeds. H. speciosa seeds do not require osmotic priming with PEG solutions, because imbibition of seeds in osmotic solutions of up to –0.6 MPa results in reduction of germination rate and seedling length.

Keywords

cerrado, polyethylene glycol, seed moisture content
588e227ae710ab87018b47c1 floram Articles
Links & Downloads

FLORAM

Share this page
Page Sections