Floresta e Ambiente
https://floram.org/article/doi/10.1590/2179-8087.145615
Floresta e Ambiente
Original Article Forest Management

Fatores Impactantes no Valor Bruto da Produção de Pimenta-do-reino (Piper nigrum L.) no Pará

Impacting Factors in the Gross Value of Production of Black Pepper (Piper nigrum L.) in Pará

Andrade, Cinthia Grazielle Carvalho; Silva, Marcio Lopes da; Salles, Thiago Taglialegna

Downloads: 0
Views: 293

Resumo

O objetivo deste artigo foi quantificar e analisar as alterações ocorridas, entre os anos 1998 e 2012, no valor bruto da produção da pimenta-do-reino no Estado do Pará, bem como as mudanças nos fatores de sua variação: área colhida, produtividade e preço. Para tal, foram utilizadas a taxa geométrica de crescimento, o coeficiente de variação e o modelo “shift-share”. De maneira geral, o valor bruto da produção foi crescente no período estudado, passando por um período inicial de retração, com recuperação do crescimento a partir de 2006. A área colhida e o preço aumentaram no período de 1998 a 2012, enquanto a produtividade da cultura diminuiu. O preço apresentou maior oscilação dentre os fatores estudados e teve o maior impacto no valor bruto de produção. A produtividade se mostrou a mais estável. Aumentos na área colhida e principalmente na produtividade foram considerados de interesse para que a cultura da pimenta-do-reino cresça em valor no mercado.

Palavras-chave

shift-share, taxa geométrica de crescimento, economia florestal.

Abstract

The aim of this paper was to quantify and analyze the changes occurred, between the years 1998 to 2012, in the gross value of production of the black pepper in the State of Pará, as well as the changes in the factors of its variation: harvested area, crop yield and price. For the analysis, it was used the geometric rate of growth, the coefficient of variation and the “shift-share” model applied to the culture's data. Overall, the gross value of production increased in the studied period, passing through an initial period of decline, with recovery of growth in 2006. The harvested area and the selling price increased between the period of 1998 to 2012, while the crop yield decreased. The price showed greater oscillation among the studied factors and had the highest impact in the gross value of production. The productivity proved to be more stable. Increases in harvested area and especially in productivity were considered of interest so the culture of black pepper can grow in market value.

Keywords

shift-share, geometric growth rate, forest economy.

References

Albuquerque FC, Veloso CAC, Duarte MLR, Kato OR. Pimenta-do-reino: recomendações básicas para o cultivo. Belém: EMBRAPA-UEPAE de Belém; 1989.

Alves JDN, Moreira WKO, Souza FCA, Oliveira SS, Okumura RS. Crescimento da produtividade da pimenta-do-reino e da banana na microrregião de Castanhal, Estado do Pará, no período de 2000-2012. Enciclopédia Biosfera 2014; 10(19): 644.

Alves LRA, Shikida PFA. Fontes de crescimento das principais culturas do Paraná (1981-1999). Revista Paranaense de Desenvolvimento 2001; 101: 17-32.

Benchimol RL, Sutton JC, Dias F Fo. Potencialidade da casca de caranguejo na redução da incidência da fusariose e na promoção do crescimento de mudas de pimenteira-do-reino. Fitopatologia Brasileira 2006; 31(2): 180-184. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-41582006000200009.

Brasil. Secretaria De Política Agrícola. Portaria nº 379, de 18 de outubro de 2011. Aprova o zoneamento agrícola de risco climático para a cultura de pimenta do reino no Estado da Bahia. Diário Oficial da União, Brasília, DF (2011 out.). p. 4. Seção I.

Carvalho KHA, Silva ML, Soares NS. Efeito da área e da produtividade na produção de celulose no Brasil. Revista Árvore 2012; 36(6): 1119-1128. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622012000600012.

Curtis WC. Shift-share analysis as a technique in rural development research. American Journal of Agricultural Economics 1972; 54(2): 267-270. http://dx.doi.org/10.2307/1238712.

Departamento de Estudos Sócio-econômicos Rurais – DESER. A cadeia produtiva da pimenta. Curitiba: Secretaria de Agricultura Familiar; nov. 2008.

Feix RD, Zanin V. Fontes de crescimento da agricultura no Estado do Rio Grande do Sul entre 1990 e 2010. Ensaios FEE 2013; 34: 1007-1034.

Filgueiras GC. Crescimento agrícola no Estado do Pará e a ação de políticas públicas: avaliação pelo método shift-share [dissertação]. Belém: Universidade da Amazônia; 2002.

Filgueiras GC, Homma AKO, Santos MAS. Conjuntura do mercado da pimenta-do-reino no Brasil e no mundo [online]. Belém. Embrapa; 2014 [citado em 2014 abr 6]. Disponível em: http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/43563/1/Mercado.pdf

Gaia JMD, Motta MGC, Derbyshire MTVC, Oliveira VR, Costa MR, Martins CS et al. Caracterização de acessos de pimenta-do-reino com base em sistemas enzimáticos. Horticultura Brasileira 2007; 25(3): 333-342. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362007000300004.

Gujarati D. Basic econometrics. 4. ed. New York: The McGraw-Hill Companies; 2004.

Homma AKO, Ferreira CAP, Duarte MLR. Sistema de produção da pimenteira do reino: mercado e comercialização [online]. Belém. Embrapa; 2005 [citado em 2014 abr 6]. Disponível em: http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Pimenta/PimenteiradoReino/paginas/mercado.htm

Homma AKO. Dinâmica dos sistemas agroflorestais: o caso da colônia agrícola de Tomé Açu, Pará. Revista do IESAM 2004; 2(1-2): 57-65.

Igreja ACM, Carmo MS, Galvão CA, Pellegrini RMP. Análise quantitativa do desempenho da agricultura paulista, 1966-1977. Agricultura em São Paulo 1983; 30(1-2): 117-157.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Sistema IBGE de Recuperação Automática – SIDRA. Produção agrícola municipal: Pará. Rio de Janeiro: IBGE; 2014 [citado em 2014 abr 6]. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/pam/2012/default.shtm

Modesto MS Jr, Alves RNB, Silva ESA. Produtividade de mandioca cultivada por agricultores familiares na região do Lagos, município de Tracuateua, Estado do Pará. Amazônia: Ciência & Desenvolvimento 2011; 6(12): 57-67.

Moreira GR, Caliman FRB, Silva DJH, Ribeiro CSC. Espécies e variedades de pimenta. Informe Agropecuário 2006; 27(235): 16-29.

Neves S, Viceconti PE. Contabilidade de custos: um enfoque direto e objetivo. São Paulo: Frase Editora; 2010.

Pereira Lourinho M, Costa CAS, Souza LC, Souza LC, Oliveira CF No. Conjuntura da pimenta-do-reino no mercado nacional e na região Norte do Brasil. Revista Enciclopédia Biosfera 2014; 10(18): 1016-1031.

Rebello FK, Santos MA, Homma AKO. Modernização da agricultura nos municípios do Nordeste Paraense: determinantes e hierarquização no ano de 2006. Revista de Economia e Agronegócio 2011; 9(2): 209-232.

Soares NS, Silva ML, Rossmann H. Influência da taxa de câmbio e do dólar sobre os preços da borracha natural brasileira. Revista Árvore 2013; 37(2): 339-346. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622013000200015.

Souza AB, Santos CV. Mudanças na composição da produção agrícola paranaense no período 1990 a 2005: uma análise quantitativa do desempenho das principais culturas. Revista Paranaense de Desenvolvimento 2009; 116: 7-32.

Souza FCA, Alves JDN, Mota AM, Santos AS. Fontes de crescimento de mandioca na microrregião do Guamá, Estado do Pará, no período de 1990-2011. Revista Agroecossistemas 2013; 5(1): 56-61. http://dx.doi.org/10.18542/ragros.v5i1.1412.

Wildner LP, Nadal R, Silvestro M. Metodologia para integrar a pesquisa, a extensão rural e o agricultor. Agropecuária Catarinense 1993; 6(3): 37-47.
 

5a705b0b0e8825ab19f8b080 floram Articles
Links & Downloads

FLORAM

Share this page
Page Sections