Floresta e Ambiente
https://floram.org/article/doi/10.1590/2179-8087.082314
Floresta e Ambiente
Original Article Silviculture

pH do Exsudato na Avaliação da Viabilidade de Sementes de Araucaria angustifolia

pH Exudate Test for Determining the Viability of Araucaria angustifolia Seeds

Araldi, Cristhyane Garcia; Coelho, Cileide Maria Medeiros

Downloads: 0
Views: 259

Resumo

Este estudo objetivou verificar a eficiência de métodos de pré-condicionamento e períodos de embebição em água para a realização do teste de pH do exsudato para avaliação da viabilidade de sementes de Araucaria angustifolia. Testaram-se três pré-condicionamentos (semente inteira; semente seccionada longitudinalmente; embrião excisado) e três períodos de embebição em água (30, 60 e 90 minutos), avaliando-se a coloração da solução. Adicionalmente, as sementes foram envelhecidas artificialmente por 4 e 8 dias, a 40 °C. A viabilidade foi superior em embriões excisados e embebidos por 30 minutos, apresentando elevado coeficiente de correlação com os testes de germinação e tetrazólio. Para sementes em avançado estádio de deterioração, a avaliação deve associar a coloração da solução ao aspecto dos tecidos. Conclui-se que o teste do pH do exsudato é eficiente na avaliação da viabilidade de sementes de A. angustifolia, devendo ser realizado utilizando-se apenas o embrião embebido em água por 30 minutos.

Palavras-chave

germinação, qualidade fisiológica, sementes florestais.

Abstract

This study aimed to verify the efficiency of methods of pre-conditioning and periods of water immersion to perform the pH exudate test to evaluate the viability of Araucaria angustifolia seeds. Three pre-conditioning methods (whole seed, seed longitudinally sectioned, excised embryo) and three water imbibition periods (30, 60 and 90 minutes) were tested, and the solution color was evaluated. Additionally, the seeds were artificially aged for four and eight days at 40 °C. The viability was higher in embryos excised, after 30 minutes of imbibition, showing high coefficient of correlation with the germination and tetrazolium tests. Seeds at advanced stage of deterioration should be evaluated by associating the solution color with the tissue aspect. In conclusion, the pH exudate test is efficient to evaluate the viability of A. angustifolia seeds, and it should be performed using excised embryo imbibed in water for 30 minutes.

Keywords

germination, physiological quality, forest seeds.
588e2290e710ab87018b4820 floram Articles
Links & Downloads

FLORAM

Share this page
Page Sections