Floresta e Ambiente
https://floram.org/article/doi/10.1590/2179-8087.072714
Floresta e Ambiente
Original Article Conservation of Nature

Indicadores da Qualidade do Substrato para Monitoramento de Áreas de Mineração Revegetadas

Substratum Quality Indicators for Monitoring Revegetated Mining Areas

Almeida, Raquel Olimpia Peláez Ocampo; Sánchez, Luis Enrique

Downloads: 0
Views: 572

Resumo

Um procedimento para monitoramento e obtenção de indicadores para avaliação da recuperação ambiental de áreas mineradas foi desenvolvido e testado. Quatro bacias de disposição de rejeitos de mineração de areia industrial revegetadas em épocas distintas constituíram uma cronossequência de 14 anos que possibilitou a observação das mudanças das características físicas e químicas do substrato e o estabelecimento de relações com parâmetros de crescimento da vegetação. Uma análise de covariâncias multivariada entre os indicadores identificou a densidade de solo, teores de matéria orgânica e fósforo e pH como os mais apropriados para avaliar a qualidade do substrato e para atuarem como indicadores de resultados de ações de recuperação das bacias estudadas. Esse procedimento mostrou-se um instrumento de fácil aplicação para o acompanhamento da evolução da recuperação ambiental e para a obtenção de parâmetros quantitativos que facilitem a avaliação dos resultados das ações de recuperação.

Palavras-chave

bacias de rejeito, revegetação, monitoramento.

Abstract

Indicators of substratum quality for monitoring the state of rehabilitation in mining areas were selected on the basis of a study conducted in an operating industrial sand mine. Four study plots were established in decommissioned tailing ponds restored with native plant species for the past 14 years, allowing for 10+ years of simulated monitoring. Substratum samples were collected to measure several physical and chemical properties, while plant development was assessed using conventional parameters. A multivariate covariance analysis led to the selection of soil density, contents of organic matter and phosphorous, as well as soil pH, as suitable variables with ample possibilities to be used as indicators for the conditions studied. Measuring these parameters is a practical, affordable, easy-to-use tool to monitor the evolution of environmental rehabilitation and obtain quantitative parameters that allow for an objective assessment of the results.

Keywords

tailings ponds, revegetation, monitoring.

References

Ab’Sáber AN. Ecossistemas do Brasil. São Paulo: Metalivros; 2009.

Almeida ROPO, Sánchez LE. Revegetação de áreas de mineração: critérios de monitoramento e avaliação de desempenho. Revista Árvore 2005; 29(1): 47-54. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622005000100006.

Angelo PG, Angelini R. Similaridade e diversidade florística entre fitofisionomias do cerrado. Revista Saúde e Ambiente 2007; 8(2): 28-36.

Bento MAB. Avaliação da qualidade dos substratos minerados em cinco cascalheiras revegetadas no Distrito Federal[dissertação]. Brasília: Departamento de Engenharia Florestal, Faculdade de Tecnologia, Universidade de Brasília; 2009.

Brady NC, Weil RR. The nature and properties of soils.13. ed. Upper Saddle River: Prentice Hall; 2007.

Coelho RMP. Fundamentos em ecologia. Porto Alegre: Artes Médicas Sul; 2000.

Corrêa RS, Bento MAB. Qualidade do substrato minerado de uma área de empréstimo revegetada no Distrito Federal. Revista Brasileira de Ciência do Solo 2010; 34(4): 1435-1443. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832010000400039.

Porto Trombetas (PA) [tese]. Rio de Janeiro: Instituto de Agronomia, Universidade Federal de Rio de Janeiro; 2006.

Corrêa RS, Melo B Fo. Levantamento florístico do estrato lenhoso das áreas mineradas no Distrito Federal. Revista Árvore 2007; 31(6): 1099-1108. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622007000600015.

Sánchez LE. Planejamento e gestão do processo de recuperação de áreas degradadas. In: Filippini-Alba JM, organizador. Recuperação de áreas degradadas: a visão dos especialistas brasileiros. 2. ed. Pelotas: Embrapa Clima Temperado; 2010.

Costa S, Zocche JJ. Fertilidade de solos construídos em áreas de mineração de carvão na região sul de Santa Catarina. Revista Árvore 2009; 33(4): 665-674. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622009000400009

Sentelhas PC, Pereira, AR, Marin FR, Angelocci LR, Alfonsi RR, Caramori PH, et al. Balanços hídricos climatológicos do Brasil - 500 balanços hídricos de localidades brasileiras. Piracicaba: ESALQ; 1999.

Knapik P, Maranho LT. Avaliação da revegetação em área de mineração, região de inundação do rio Iguaçu, Araucária, PR. Revista Brasileira de Biociências 2007; 5(supl. 1): 507-509.

Silva LCR, Corrêa RS. Evolução da qualidade do substrato de uma área minerada no cerrado revegetada com Stylosanthes spp. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental 2010; 14(8): 835-841. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662010000800007.

Machado PLOA. Compactação de solo e crescimento de plantas - como identificar, evitar e remediar. Rio de Janeiro: Embrapa Solos; 2003. Embrapa Solos, Documentos n. 56.

Neri AC, Sánchez LE. A procedure to evaluate environmental rehabilitation in limestone quarries. Journal of Environmental Management 2010; 91(11): 2225-2237. http://dx.doi.org/10.1016/j.jenvman.2010.06.005. PMid:20630648

Tanaka NI, Chu BC, Yassunaga Y. Relatório de Análise Estatística sobre o Projeto: Indicadores de Qualidade do Solo para Monitoramento de Áreas Revegetadas - Estudo Dirigido à Mineração de Areia. São Paulo: Instituto de Matemática e Estatística da USP; 2009.

Reis L. Monitoramento da recuperação ambiental de áreas de mineração de bauxita na Floresta Nacional de Saracá

Troeh F, Thompson LM. Solos e fertilidade do solo. 6. ed. São Paulo: Andrei Editora; 2007.
588e228ae710ab87018b4806 floram Articles
Links & Downloads

FLORAM

Share this page
Page Sections