Floresta e Ambiente
https://floram.org/article/doi/10.1590/2179-8087.067913
Floresta e Ambiente
Original Article Conservation of Nature

Florística e Fitossociologia em Áreas de Cerradão e Mata Mesofítica na Estação Ecológica de Pirapitinga, MG

Floristics and Phytosociology in Areas of Dense Woodland and Mesophytic Forest in the Pirapitinga Ecological Station, Minas Gerais State, Brazil

Giácomo, Rômulo Guimarães; Pereira, Marcos Gervasio; Carvalho, Daniel Costa de; Medeiros, Victor Satiro de; Gaui, Tatiana Dias

Downloads: 0
Views: 490

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a florística e a fitossociologia das espécies presentes em áreas de cerradão e mata mesofítica na Estação Ecológica de Pirapitinga, MG. Para o levantamento da florística e da fitossociologia, foram marcadas 108 parcelas de 100 m2 cada, amostrando-se todos os indivíduos com circunferência à altura do solo (CAS) ≥ 16 cm. Foram calculadas a frequência, densidade, dominância, os valores de importância e de cobertura, índices de Shannon e Pielou e similaridade florística através do índice de Sorensen. Nas duas áreas de estudo, foi amostrado um total de 1.716 indivíduos distribuídos em 67 espécies, 60 gêneros e 35 famílias. As famílias mais ricas foram Fabaceae e Vochysiaceae. O cerradão foi a formação vegetal com maior riqueza de espécies (67) e maior densidade, enquanto a área de mata mesofítica foi a que apresentou uma vegetação com maior desenvolvimento das espécies.

Palavras-chave

cerrado lato sensu, floresta natural, unidade de conservação.

Abstract

The objective of this study was to evaluate the floristic and phytosociological parameters of the species present in areas of mesophytic forest and dense woodland in the Pirapitinga Ecological Station, Minas Gerais state, Brazil. For the survey of floristic and phytosociological parameters, a total of 108 plots of 100 m2 were implanted, where all individuals with circumference at ground height (CGH) ≥ 16 cm were sampled in areas of dense woodland and mesophytic forest. The following parameters were calculated: frequency, density, dominance, values of importance and cover, Shannon and evenness indices, and floristic similarity by the Sorensen index. In both study areas, a total of 1,716 individuals of 67 species, 60 genera, and 35 families were sampled. The richest families were Vochysiaceae and Fabaceae. The dense woodland area presented the highest species richness (67) and the highest density, while the mesophytic forest area presented the greatest species development.

Keywords

cerrado latu sensu, natural forest, plant conservation.
588e228fe710ab87018b481e floram Articles
Links & Downloads

FLORAM

Share this page
Page Sections