Floresta e Ambiente
https://floram.org/article/doi/10.1590/2179-8087.028713
Floresta e Ambiente
Original Article Forest Products

Secagem ao Ar Livre da Madeira para Produção de Carvão Vegetal

Outdoor Drying of Wood for Charcoal Production

Zanuncio, Antônio José V.; Lima, José Tarcisio; Monteiro, Thiago Campos; Trugilho, Paulo Fernando; Lima, Fernanda Silveira

Downloads: 0
Views: 418

Resumo

A estocagem ao ar livre é o método mais utilizado de secagem de madeira para produção de carvão. Todavia, a secagem natural de toras é pouco estudada. O objetivo deste trabalho foi avaliar a interação entre estocagem e propriedades energéticas da madeira e do carvão. Toras de 1,2 m de comprimento, retiradas dos troncos a 1,3 m do solo, de dez diferentes materiais genéticos, foram utilizadas. As carbonizações ocorreram em mufla após um, dois e três meses de estocagem, à taxa de aquecimento de 1,67°C/min, temperatura máxima de 450°C e tempo de residência de 30 minutos. O poder calorífico da madeira, o rendimento gravimétrico na base seca e úmida, a análise química imediata e o poder calorífico do carvão foram avaliados. O poder calorífico líquido da madeira aumentou após a estocagem e, baseado neste parâmetro, o tempo ótimo de estocagem variou entre dois e três meses para os diferentes materiais. Considerando-se a carbonização, apenas o rendimento gravimétrico na base úmida foi afetado pela estocagem. A secagem foi importante para reduzir a umidade da madeira, favorecendo seu uso para energia.

Palavras-chave

umidade, Eucalyptus, poder calorífico.

Abstract

The storage of logs in outdoors areas is the most commonly used wood drying method for charcoal production; however, studies on outdoor drying of logs are still scarce. This study aimed to evaluate the effect of storage time on the energetic properties of wood and charcoal. Logs of 1.2 meters in length extracted from trunks of 10 different clones at 1.3 m above ground level were used in this study. Carbonization in muffle furnace occurred after one, two and three months of storage at a heating rate of 1.67 °C, maximum temperature of 450 °C, and residence time of 30 minutes. Wood calorific value, gravimetric yields on dry and wet bases, chemical analysis, and charcoal calorific value were evaluated. The net calorific value of wood increased with storage time; the optimum storage time ranged between two and three months for different materials. Among the carbonization parameters, only the gravimetric yield on wet basis changed with storage time. Drying was important to reduce wood moisture, favoring its use for energy production.

Keywords

moisture, Eucalyptus, calorific value.
588e227fe710ab87018b47d6 floram Articles
Links & Downloads

FLORAM

Share this page
Page Sections