Floresta e Ambiente
https://floram.org/article/doi/10.1590/2179-8087.028216
Floresta e Ambiente
Original Article Silviculture

Qualidade Física do Solo Sob Manejo Silvipastoril e Floresta Secundária

Soil Physical Quality Under Silvopastoral Management and Secondary Forest

Martinkoski, Lais; Vogel, Gabriel Felipe; Jadoski, Sidnei Osmar; Watzlawick, Luciano Farinha

Downloads: 0
Views: 461

Resumo

Objetivou-se analisar a qualidade física em uma área de floresta em regeneração (FS) há 20 anos quando comparada à área que, neste período, permaneceu sendo manejada com sistema silvipastoril, com espécies arbóreas nativas em espaçamento aleatório (SSP). Foram realizadas coletas até 60 cm de profundidade para obtenção das curvas de retenção de água no solo, a densidade, a porosidade total, a macro e a microporosidade, a resistência mecânica à penetração (RMP) e sua respectiva umidade do solo, no momento da coleta. Houve similaridade entre os sistemas de manejo para as variáveis: densidade do solo, resistência mecânica à penetração e porosidade total. A microporosidade foi maior na FS em relação ao SSP, fazendo com que o sistema silvipastoril apresentasse menor capacidade de armazenamento de água. O isolamento do sistema silvipastoril no período de 20 anos apresentou capacidade de alterar o armazenamento de água no solo devido à modificação na porosidade, tornando-a similar à floresta natural.

Palavras-chave

distribuição de poros, qualidade do solo, sistemas silvipastoris.

Abstract

This study aimed to analyze the soil physical quality in a 20-year regenerating forest area (FS) in relation to an area under silvopastoral management during the same period with randomly spaced (SSP) native tree species. Samples were collected up to 60 cm deep to obtain soil water retention curves, density, total porosity, macroporosity, microporosity, mechanical penetration resistance (MPR) and the respective soil moisture at the time of collection. Soil density, mechanical resistance to penetration and total porosity were similar between the management systems. Microporosity was higher in FS than in SSP, leading to lower water storage capacity in the silvopastural system. The 20-year isolation of the silvopastoral system proved to be able to affect the soil water storage capacity due to changes in porosity, making its soils to reach similar values to natural forest.

Keywords

pore size distribution, soil quality, silvopastoral systems.

References

Andrade CMS, Salman AK, Oliveira TK. Guia do Arbopasto: manual de identificação e seleção de espécies arbóreas para sistemas silvipastoris. Brasília, DF: EMBRAPA; 2012. 345 p.

Aragão DV, Carvalho CJR, Kato OR, Araújo CM, Santos MP, Mourão M Jr. Avaliação de indicadores de qualidade do solo sob alternativas de recuperação do solo no Nordeste Paraense. Acta Amazônica 2008; 42(1): 11-18.

Araújo ASF, Monteiro RTR. Indicadores biológicos de qualidade do solo. Bioscience Journal 2007; 23(3): 66-75.

Azevedo EC, Sverzut CB. Alterações dos atributos físicos e químicos do solo sob pastagem no sudoeste do estado de Mato Grosso. Revista Agropecuária Tropical 2007; 9(1): 7-23.

Bertol I, Almeida JA, Almeida EX, Kurtz C. Propriedades físicas do solo relacionadas a diferentes níveis de oferta de forragem de Capim Elefante-Anão cv. Mott. Pesquisa Agropecuaria Brasileira 2000; 35(5): 1047-1054. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2000000500024.

Bevan, K. The grandon underwood field drainage experiment. Institute of Hidrology Report 1980; 65: 30.

Blake GR, Hartge KH. Particle density. In: Klute A, editor. Methods of soil analysis: physical and mineralogical methods. 2. ed. Madison: American Society of Agronomy; 1986. part. 1, p. 377-382.

Braida JA, Reichert JM, Veiga M, Reinert DJ. Resíduos vegetais na superfície e carbono orgânico do solo e suas relações com a densidade máxima obtida no ensaio proctor. Revista Brasileira de Ciencia do Solo 2006; 30(4): 605-614. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832006000400001.

Castro MA, Cunha FF, Lima SF, Paiva VB No, Leite DAP, Magalhães FF et al. Atributos físico-hídricos do solo ocupado com pastagem degradada e floresta nativa no Cerrado Sul-MatoGrossense. Brazilian Geographical Journal: Geosciences and Humanities Research Medium 2012; 3(2): 498-512.

Chang MY. Faxinal do Paraná. Londrina: IAPAR; 1988.

Cunha EQ, Stone LF, Moreira JAA, Ferreira EPB, Didonet AD, Leandro WM. Sistemas de preparo do solo e culturas de cobertura na produção orgânica de feijão e milho. I – atributos físicos do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo. Viçosa 2011; 35(2): 589-602.

Dalben AD, Osaki F. Atributos físicos do solo de um cambissolo háplico em floresta nativa e de Pinus taeda. Revista Acadêmica de Ciências Agrárias e Ambientais 2008; 6(1): 29-37.

Danielson RE, Sutherland PL. Porosity. In: Klute A. Methods of soil analysis. 2. ed. Madison: American Society of Agronomy; 1986. part. 1, p. 443-461.

Dexter AR. Advances in characterization of soil structure. Soil & Tillage Research 1988; 11(3-4): 199-238. http://dx.doi.org/10.1016/0167-1987(88)90002-5.

Doran JW, Parkin TB. Defining and assessing soil quality. In: Doran JW, Coleman DC, Bezdicek DF, Stewart BA. Defining soil quality for sustainable environment. Madison: Soil Science Society of America Proceedings, 1994. p. 3-21.

Drewry JJ, Lowe JA, Paton RJ. Effect of sheep stocking intensity on soil physical properties and dry matter production on a Pallic Soil in southland. New Zealand Journal of Agricultural Research 1999; 42(4): 493-499. http://dx.doi.org/10.1080/00288233.1999.9513399.

Eavis BW. Soil physical conditions affecting seedling root growth: I. Mechanical impedance, aeration and moisture availability as influenced by bulk density and moisture level in a sandy loam soil. Plant and Soil 1972; 36(1-3): 613-622. http://dx.doi.org/10.1007/BF01373511.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Manual de métodos de análise de Solo. 2. ed. Rio de Janeiro; 1997. 212 p. (Documentos 1).

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA. Sistema brasileiro de classificação de solos. 3. ed. Brasília, DF; 2013. 353 p.

Fey R, Malavasi UC. Sistema Silvipastoril: uma revisão com apontamentos a agricultura familiar. In: Kuhn OJ, Fey R, Prior M, Klein J, Nunes RV, Stangarlin JR et al. Avanços tecnológicos com responsabilidade ambiental da produção agropecuária. Cascavel: ASSOESTE; 2013. p. 31-53.

Guimarães DV, Gonzaga MIS, Araújo EM, Melo JON No, Tínel JI Jr. Impacto do cultivo de citros sobre a qualidade física de um argissolo amarelo em Sergipe. Revista Caatinga 2014; 27(3): 183-189.

Hamblin AP. The influence of soil structure on water movement, crop root growth and water uptake. Advances in Agronomy 1985; 38: 95-158. http://dx.doi.org/10.1016/S0065-2113(08)60674-4.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Manual técnico da vegetação brasileira. 2. ed. Rio de Janeiro; 2012. 217 p.

Ibiapina TVB, Salviano AAC, Nunes LAPL, Mousinho FEP, Lima MG, Soares LMS. Resistência à penetração e agregação de um Latossolo Amarelo sob monocultivo de soja e de eucalipto no cerrado do Piauí. Científica 2014; 42(4): 411-418. http://dx.doi.org/10.15361/1984-5529.2014v42n4p411-418.

Jakelaitis A, Silva AA, Santos JB, Vivian R. Qualidade da camada superfícial de solo sob mata, pastagem e áreas cultivadas. Pesquisa Agropecuária Tropical 2008; 38(2): 118-127.

Klute A. Water retention: laboratory methods. In: Klute A, editor. Methods of soil analysis. 2. ed. Madison: American Society of Agronomy; 1986. part. 1, p. 635-662.

Kondo MK, Albuquerque CJB, Wendling B, Sulva PB, Cardoso MM. Efeito de coberturas vegetais sobre os atributos físicos do solo e cararcterísticas agronômicas do sorgo granífero. Bioscience Journal 2012; 28(Supplement 1): 33-40.

Köppen W. Climatologia: com um estudio de los climas de La Tierra. México: Fondo de Cultura Econômica; 1948. 478 p.

Leão TP, Silva AP, Macedo MCM, Imhoff S, Euclides VPB. Least limiting water range in the evaluation of continuous and short-duration grazing systems. Revista Brasileira de Ciencia do Solo 2004; 28(3): 415-422.

Leme TMSP, Pires MFA, Verneque RSV, Alvim MJ, Aroeira LJM. Comportamento de vacas mestiças Holandês x Zebu, em pastagem de Brachiaria decumbens em sistema silvipastoril. Ciência e Agrotecnologia 2005; 29(3): 668-675. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542005000300023.

Lima RP, León MJ, Silva AR. Comparação entre dois penetrômetros na avaliação da resistência mecânica do solo à penetração. Revista Ceres 2013; 60(4): 577-581. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-737X2013000400018.

Lima IMA, Araújo MC, Barbosa RS. Avaliação das propriedades físicas do solo em sistemas silvipastoris, região centro-norte, estado do Piauí. ACSA – Agropecuária Científica no Semi-Árido 2014; 9(1): 117-124.

Luciano RV, Bertol I, Barbosa FT, Kurtz C, Fayd JA. Propriedades físicas e carbono orgânico do solo sob plantio direto comparado a mata natural, num Cambissolo Háplico. Revista de Ciências Agrovetetinárias 2010; 9(1): 9-19.

Marcolin CD, Klein VA. Determinação da densidade relativa do solo por uma função de pedotransferência para a densidade do solo máxima. Acta Scientiarum. Agronomy 2011; 33(2): 349-354.

Martini IC, Rosa DP, Trindade FS, Silva KPX, Lunedo P, Marcilli G et al. Propriedades físicas de um Nitossolo sob diferentes usos de exploração agropecuária. RAMVI Getúlio Vargas 2014; 1(1): 1-12.

Marques JDO, Luizão FJ, Teixeira WG, Ferreira SF. Variação do carbono orgânico dissolvidos e de atributos físicos do solo sob diferentes sistemas de uso da terra na Amazônia Central. Revista Brasileira de Ciencia do Solo 2012; 36(2): 611-622. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832012000200030.

Menezes JAL, Santos EM, Montenegro AAA, Silva JR. Comportamento temporal da umidade do solo sob Caatinga e solo descoberto na Bacia Experimental do Jatobá, Pernambuco. Water Resources and Irrigation Management 2013; 2(1): 45-51.

Pignataro IT No, Kato E, Goedert WJ. Atributos físicos e químicos de um Latossolo Vermelho-Amarelo sob pastagens com diferentes históricos de uso. Revista Brasileira de Ciencia do Solo 2009; 33(5): 1441-1448. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832009000500034.

Pequeno PLL. Noções básicas de uso e manejo do solo. Porto Velho: EDUFRO; 2013. 59 p.

Pezzoni T, Vitorino ACT, Daniel O, Lempp B. Influência de Pterodon emarginatus Vogel sobre atributos físicos e químicos do solo e valor nutritivo de Brachiaria decumbens Stapf em sistema silvipastoril. Cerne 2012; 18(2): 293-301. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-77602012000200014.

Ramos BZ, Pais PSM, Freitas WF, Dias MS Jr. Avaliação dos atributos físico-hídricos em um Latossolo Vermelho distroférrico sob diferentes sistemas de manejo- Lavras/Minas Gerais/Brasil. Revista de Ciências Agrárias (Belém.) 2013; 36(3): 340-346.

Reichert JM, Suzuki LEAS, Reinert DJ. Compactação de solo em sistemas agropecuários e florestais: identificação, efeitos limites críticos e mitigação. In: Ceretta CA, Silva LS, Reichert JM. Tópicos em ciência do solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo; 2007. vol. 5, p. 49-134.

Silva FF, Freddi OS, Centurion JF, Aratani RG, Andrioli FF, Andrioli I. Propriedades físicas de um Latossolo Vermelho cultivado no sistema plantio direto. Irriga 2008; 13(2): 191-204.

Silva RL, Matias SSR, Lobato MGR, Nobrega JCA. Atributos físicos do solo em diferentes coberturas vegetais na região do Piauí. Revista Caatinga 2014; 27(3): 160-168.

Smith CW, Johnston MA, Lorentz S. The effect of soil compaction and soil physical properties on the mechanical resistance of south African forestry soils. Geoderma 1997; 78(1/2): 93-111. http://dx.doi.org/10.1016/S0016-7061(97)00029-3.

Sousa EL No, Andrioli I, Almeida RG, Macedo MCM, Lal R. Physical quality of an Oxisol under an integrated crop-livestock-forest system in the Brazilian Cerrado. Revista Brasileira de Ciencia do Solo 2014; 38(2): 608-618. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832014000200025.

Tormena CA, Silva AP, Libardi PL. Caracterização do intervalo hídrico ótimo de um Latossolo Roxo sob plantio direto. Revista Brasileira de Ciencia do Solo 1998; 22(4): 573-581. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06831998000400002.

Tormena CA, Barbosa MC, Costa ACS, Gonçalves CA. Densidade, porosidade e resistência à penetração em latossolo cultivado sob diferentes sistemas de preparo do solo. Revista Scientia Agricola 2002; 59(4): 795-801. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-90162002000400026.

Van Genuchten MTA. A closed-form equation for predicting the hydraulic conductivity of unsaturated soils. Soil Science Society of America Journal 1980; 44(5): 892-897. http://dx.doi.org/10.2136/sssaj1980.03615995004400050002x.

5a7087800e88256c3b5dfcc4 floram Articles
Links & Downloads

FLORAM

Share this page
Page Sections