Floresta e Ambiente
https://floram.org/article/doi/10.1590/2179-8087.016316
Floresta e Ambiente
Original Article Silviculture

Correlations between Eucalyptus Clonal Cutting Quality and Performance after Planting

Correlações entre a Qualidade de Mudas Clonais de Eucalipto e o Desempenho após o Plantio

Fábio Afonso Mazzei Moura de Assis Figueiredo; José Geraldo Araújo Carneiro; Ricardo Miguel Penchel; José Tarcísio Lima Thiebaut; Jupiter Israel Muro Abad; Deborah Guerra Barroso; Tiago Massi Ferraz

Downloads: 0
Views: 75

Abstract

ABSTRACT: This study assessed correlations of different characteristics of cuttings in the nursery of three hybrid clones of Eucalyptus grandis × Eucalyptus urophylla and growth in height after planting. The characteristic that presented greatest correlation with the initial growth was the canopy height and cutting height ratio. At 12 and 24 months in the field, the stem diameter was more important. The parameters assessed in the nursery that correlated positively with growth in the field at three and six months after planting were height, number of leaf pairs, number of root deformations and clod length. At 12 and 24 months the parameters that correlated negatively were diameter, number of leaf pairs and the number of root deformations. Despite presenting significant correlation, root deformations did not interfere in the initial growth of the plants under high rainfall conditions, but the effects became harmful over time resulting in a reduction in plant growth.

Keywords

quality score, silviculture, correlation between nursery and field

Resumo

RESUMO: Este estudo avaliou as correlações de diferentes características de mudas, no viveiro, de três clones híbridos de Eucalyptus grandis × Eucalyptus urophylla e o crescimento em altura após o plantio. A característica que apresentou maior correlação com o crescimento inicial foi a relação entre o comprimento da copa e a altura da muda. Aos 12 e 24 meses no campo, o diâmetro do caule foi mais importante. Os parâmetros avaliados no viveiro que se correlacionaram positivamente com o crescimento no campo aos três e seis meses após o plantio foram altura, número de pares de folhas, número de deformações radiculares e comprimento de torrão. Aos 12 e 24 meses os parâmetros que se correlacionaram negativamente foram diâmetro, número de pares de folhas e número de deformações radiculares. Apesar de apresentar correlação significativa, as deformações das raízes não interferiram no crescimento inicial das plantas sob condições de alta pluviosidade, mas os efeitos se tornaram prejudiciais ao longo do tempo, resultando em uma redução no crescimento das plantas.
 

Palavras-chave

qualidade de mudas, silvicultura, correlação entre viveiro e campo

References

Alfenas AC, Zauza EAV, Mafia RG, Assis TFV. Clonagem e doenças do eucalipto. Viçosa: UFV; 2009.

Assis TF. Hybrids and mini-cutting: a powerful combination that has revolutionized the Eucalyptus clonal forestry. BMC Proceedings 2011; 5(7): I18. 10.1186/1753-6561-5-S7-I18

Ataíde GM, Castro RVO, Santana RC, Dias BAS, Correia ACG, Mendes AFN. Efeito da densidade na bandeja sobre o crescimento de mudas de eucalipto. Revista Trópica 2010; 4(2): 21-26.

Barroso DG, Carneiro JGA, Novaes AB, Leles PSS. Efeitos do recipiente sobre o desenvolvimento pós-plantio de Eucalyptus camaldulensis e E. urophylla. Revista Árvore 2000; 24(3): 291-296. 10.5902/19805098414

Carneiro JGA. Produção e controle de qualidade de mudas florestais. Curitiba: UFPR/FUPEF; 1995.

Carvalho CM. Produção de mudas de espécies florestais de rápido crescimento. In: Novaes AB, São José AR, Barbosa AA, Souza IVB, editors. Reflorestamento no Brasil. Vitória da Conquista: UESB; 1992.

Correia ACG, Santana RC, Oliveira MLR, Titon M, Ataíde GM, Leite FP. Volume de substrato e idade: Influência no desempenho de mudas clonais de eucalipto após replantio. Cerne 2013; 19(2): 185-191. 10.1590/S0104-77602013000200002

Cruz CD, Regazzi AJ. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético. Viçosa: UFV ; 1994.

Figueiredo FAMMA, Carneiro JGA, Penchel RM, Barroso DG, Daher RF. Efeito das variações biométricas de mudas clonais de eucalipto sobre o crescimento no campo. Revista Árvore 2011; 35(1): 1-11. 10.1590/S0100-67622011000100001

Figueiredo FAMMA, Carneiro JGA, Penchel RM, Campostrini E, Thiebaut JTL, Barroso DG. Condutividade hidráulica de raiz e capacidade fotossintética de mudas clonais de eucalipto com indução de deformações radiculares. Ciência Florestal 2014; 24: 277-287. 10.5902/1980509814566

Fonseca EP, Valéri SV, Miglioranza E, Fonseca NAN, Couto L. Padrão de qualidade de mudas de Trema micrantha (L.) Blume, produzidas sob diferentes períodos de sombreamento. Revista Árvore 2002; 26(4): 515-523. 10.1590/S0100-67622002000400015

Freitas TAS, Barroso DG, Carneiro JGA, Penchel RM, Coutinho MP. Outplanting performace of eucalyptus clonal cuttings produced in different containers and substrates. Revista Árvore 2008; 32(6): 1019-1028. 10.1590/S0100-67622008000600007

Freitas TAS, Barroso DG, Carneiro JGA, Penchel RM, Lamônica KR, Ferreira DA. Desempenho radicular de mudas de eucalipto produzidas em diferentes recipientes e substratos. Revista Árvore 2005; 29(6): 853-861. 10.1590/S0100-67622005000600003

Freitas TAS, Barroso DG, Carneiro JGA, Penchel RM, Souza LS. Efeito de deformações e podas no sistema radicular de mudas clonais de eucalipto sobre o crescimento no campo. Floresta 2009; 39(2): 355-363. 10.5380/rf.v39i2.14562

Gomes JM, Couto L, Leite HG, Xavier A, Garcia SLR. Parâmetros morfológicos na avaliação de qualidade de mudas de Eucalyptus grandis. Revista Árvore 2002; 26(6): 655-664. 10.1590/S0100-67622002000600002

Gomes JM, Paiva HN. Viveiros Florestais: propagação sexuada. 3rd ed. Viçosa: UFV ; 2006.

Huang B, Eissenstat DM. Linking hydraulic conductivity to anatomy in plants that vary in specific root length. Journal of the American Society for Horticultural Science 2000; 125(2): 260-264. 10.21273/JASHS.125.2.260

Inoue MT, Ribeiro FA. Fotossíntese e transpiração de clones de Eucalyptus sp e E. saligna. IPEF 1988; (40): 15-20.

Nikolova PS, Blaschke H, Matyssek R, Pretzsch H, Seifert T. Combined application of computer tomography and light microscopy for analysis of conductive xylem area in coarse roots of European beech and Norway spruce. European Journal of Forest Research 2009; 128(2): 145-153. 10.1007/s10342-008-0211-0

Penchel RM. Recomendação técnico-operacional do padrão de qualidade de mudas clonais de eucalipto: instrução normativa da Aracruz Celulose, Documento CPT-P2005-05-2007. Aracruz: Sistema de Gestão On-Line - DOL; 2007.

Reis ER, Lúcio ADC, Fortes FO, Lopes SJ, Silveira BD. Período de permanência de mudas de Eucalyptus grandis em viveiro baseado em parâmetros morfológicos. Revista Árvore 2008; 32(5): 809-814. 10.1590/S0100-67622008000500004

Solari LI, Pernice F, Dejong TM. The relationship of hydraulic conductance to root system characteristics of peach (Prunus persica) rootstocks. Physiologia Plantarum 2006; 128(2): 324-333. 10.1111/j.1399-3054.2006.00747.x

Tyree MT, Zimmermann MH. Xylem structure and the ascent of sap. Berlin: Springer Verlag; 2002.

Tyree MT. Hydraulic limits on tree performance: transpiration, carbon gain and growth of trees. Trees 2003; 17(2): 95-100. 10.1007/s00468-002-0227-x
 

5d5feddc0e88258946f3bb07 floram Articles
Links & Downloads

FLORAM

Share this page
Page Sections