Floresta e Ambiente
https://floram.org/article/doi/10.1590/2179-8087.016012
Floresta e Ambiente
Original Article Forest Products

Caracterização Físico-Mecânica da Madeira Jovem de Eucalyptus camaldulensis para Aplicação na Arquitetura Rural

Physical and Mechanical Characterization of Eucalyptus camaldulensis Young Wood for Rural Architecture Uses

Torres, Pablo Marcel de Arruda; Paes, Juarez Benigno; Nascimento, José Wallace B.; Brito, Flavia Maria S.

Downloads: 0
Views: 714

Resumo

O objetivo deste trabalho foi analisar a qualidade da madeira de árvores jovem de Eucalyptus camaldulensis plantada em Rio Tinto, Paraíba, para sua utilização na arquitetura rural. Foram realizados ensaios físico-mecânicos, por meio da caracterização simplificada da madeira. Nos ensaios físicos foram obtidos o teor de umidade, massa específica básica e aparente e retratibilidade da madeira, além do coeficiente de anisotropia; e no ensaio mecânico para a tomada da compressão paralela às fibras foram utilizados transdutores de deslocamento linear (LVDTs) acoplados à amostra e ao sistema de aquisição de dados para a determinação dos valores de resistência e rigidez da madeira. Os valores obtidos demonstraram que a madeira jovem de E. camaldulensis se enquadra na classificação de resistência C 20 para madeiras de folhosas, determinada pela Norma Brasileira, não sendo recomendada para fins estruturais, porém pode ser aplicada em elementos secundários de arquitetura rural, como cercas, parques e mobiliário rural.

Palavras-chave

caracterização simplificada, propriedades da madeira, mobiliário rural.

Abstract

This study aimed to analyze the quality of Eucalyptus camaldulensis young wood of planted trees in Rio Tinto, Paraíba, Brazil, for use in rural architecture. Physico-mechanical tests were carried out through simplified characterization. The physical tests obtained were moisture content, basic and apparent specific gravity and shrinkage of the wood, in addition to the anisotropy coefficient. To obtain the compression parallel to fibers results, linear variable differential transformers (LVDTs) bound to the sample and the data acquisition system for the determination of the resistance and stiffness values of wood were used. The values obtained showed that the young wood of E. camaldulensis fits in 20 C strength rating for hardwoods, determined by the Brazilian Standard, still not being recommended for structural purposes, but appropriate to be applied in secondary elements of rural architecture, as fences, playgrounds and for rustic furniture manufacture.

Keywords

simplified wood characterization, wood properties, rural furniture.
588e22a0e710ab87018b485e floram Articles
Links & Downloads

FLORAM

Share this page
Page Sections