Floresta e Ambiente
https://floram.org/article/doi/10.1590/2179-8087.0049
Floresta e Ambiente
Original Article Silviculture

Formigas (Hymenoptera: Formicidae) Bioindicadoras de Degradação Ambiental em Poxoréu, Mato Grosso, Brasil

Ants (Hymenoptera: Formicidae) as Bioindicators of Environmental Degradation in Poxoréu, Mato Grosso, Brazil

Rocha, Wilian de Oliveira; Dorval, Alberto; Peres Filho, Otávio; Vaez, Caroline dos Anjos; Ribeiro, Edilene Silva

Downloads: 0
Views: 248

Resumo

Este trabalho teve por objetivo avaliar as espécies de formigas que ocorrem em áreas degradadas pela mineração de diamantes, definindo as espécies bioindicadoras desta degradação. O estudo realizado entre junho de 2010 e abril de 2011, bimestralmente, em Poxoréu - MT, amostrou quatro ambientes: A1 – área degradada pela mineração; A2 – área com vegetação de cerrado antropizado recentemente; A3 – vegetação antropizada há cerca de 30 anos; A4 – área de cerrado preservado. Em cada ambiente, foram instaladas 11 armadilhas pitfall, equidistantes 15 metros, para a coleta de formigas durante 24 horas. Os indivíduos coletados foram levados ao Laboratório de Proteção Florestal/FENF/UFMT e triados para posterior identificação. As espécies bioindicadoras foram indicadas por meio de análises faunísticas. As espécies Camponotus (Myrmaphaenus) sp.1 e Forelius brasiliensis podem ser consideradas bioindicadoras de degradação ambiental na área de garimpo de diamantes e antropização, enquanto Camponotus atriceps, Pachycondyla crassinoda e Paraponera clavata podem ser consideradas bioindicadoras de cerrado preservado.

Palavras-chave

indicadores biológicos, mineração, Cerrado.

Abstract

defining the bioindicators of this degradation. The present study was conducted bimonthly in the municipality of Poxoréu, Mato Grosso state, between June 2010 and April 2011. Four environments were sampled: A1 - area degraded by mining, A2 - area of Cerrado vegetation with recent anthropic activities, A3 - area of Cerrado disturbed approximately 30 years ago, and A4 - area of preserved Cerrado. In each environment, 11 pitfall traps, equidistant 15 meters, were installed to collect ants for 24 hours. The individuals were taken to the Laboratory of Forest Protection/FENF/UFMT and screened for later identification. The bioindicator species were indicated by faunal analysis. The ant species Camponotus (Myrmaphaenus) sp.1 and Forelius brasiliensis can be considered bioindicators of environmental degradation in the areas of diamond mining and human disturbance, while the species Camponotus atriceps, Pachycondyla crassinoda and Paraponera clavata can be considered bioindicators in the preserved Cerrado area.

Keywords

biological indicators, mining, Cerrado.
588e2288e710ab87018b47ff floram Articles
Links & Downloads

FLORAM

Share this page
Page Sections