Floresta e Ambiente
http://floram.org/article/doi/10.1590/2179-8087.096414
Floresta e Ambiente
Original Article Forest Management

Efeito da Qualidade do Sítio e do Desbaste na Produção de Pinus

Effect of Site Quality and Thinning in Pine Yield

Hassan Camil David; Sylvio Péllico Netto; Julio Eduardo Arce; Ana Paula Dalla Corte; Ataides Marinheski Filho; Emanuel José Gomes de Araújo

Downloads: 0
Views: 125

Resumo

RESUMO: O objetivo deste texto foi avaliar estatisticamente o efeito de desbastes e da qualidade de sítio na área basal (G) e no volume total do fuste (v) e do sortimento de Pinus taeda. Os desbastes ocorreram entre 8 e 9 anos de idade, cortando uma em cinco linhas de plantio mais 66%, 54%, 42%, 30% e 19% de árvores do dossel inferior. Entre 3 e 4 anos pós-desbaste, foram mensurados diâmetros e cubadas as árvores, possibilitando calcular a G e os volumes. Estruturou-se um delineamento em blocos casualizados, adotando-se blocos e tratamentos como sítios e regimes de desbaste, respectivamente. O v foi modelado por parcela, possibilitando estimar o volume por sortimentos pelo software SISPINUS. Concluiu-se que a relação volumétrica entre tratamentos varia para árvores mais grossas. Entre blocos, reduz sua inclinação ao piorar a qualidade do sítio. A capacidade produtiva exerce mais efeito nas variáveis analisadas do que os desbastes variando em peso.

Palavras-chave

desbaste misto, capacidade produtiva, volumetria

Abstract

ABSTRACT: An experiment in Pinus taeda stands was conducted aiming to evaluate the effect of thinnings and forest site quality on basal area (G), total volume, stem volume (v) and assortment of Pinus taeda. Thinnings occurred between 8 and 9 years old, where the fifth row plus 66%, 54%, 42%, 30% e 19% of the existing trees was cut. Thinnings were followed by measurement of diameters and along the stem to calculate its volume. An analysis of variance in randomized blocks was made adopting the sites as blocks and the mixed thinnings as treatments. Volumetric relation was modeled for the plots and from this, log assortments could be estimated using a software named SISPINUS. In conclusion, thinning affect the volumetric relation especially to larger trees, while its inclination curve reduces from richest sites to poorest sites. Sites exert greater effect than thinnings when considering basal area, total volume, boles volume and volume per assortment.
 

Keywords

mixed thinning, productive capacity, volumetry

References

Araújo EJG, Pelissari AL, David HC, Scolforo JRS, Péllico S No, Morais VA. Relação hipsométrica para candeia (Eremanthus erythropappus) com diferentes espaçamentos de plantio em Minas Gerais, Brasil. Pesquisa Florestal Brasileira 2012; 32(71): 257-268. http://dx.doi.org/10.4336/2012.pfb.32.71.257.

Assmann E. Waldertragskunde. Muenchen: BLV Verlagsgessellschaft; 1961.

Bartoszeck ACPS, Machado SA, Figueiredo A Fo, Oliveira EB. Dinâmica da relação hipsométrica em função da idade, do sítio e da densidade inicial de povoamentos de bracatinga da região metropolitana de Curitiba, PR. Revsta Árvore 2004; 28(4): 517-533.

Berger R, Schneider PR, Finger CAG, Haselein CR. Efeito do espaçamento e da adubação no crescimento de um clone de  Smith. Eucalyptus salignaCiência Florestal 2002; 12(2): 75-87.

Campos JCC, Leite HG. Mensuração florestal: perguntas e respostas. 3. ed. Viçosa: Editora UFV; 2009.

David HC. Avaliação de sítio, relações dendrométricas e otimização de regimes de manejo de Pinus taeda L. nos estados do Paraná e de Santa Catarina [dissertação]. Curitiba: Setor de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná; 2014.

Finger CAG, Schneider PR. Determinação de regimes de desbaste para povoamentos de E. do Planalto Ocidental no estado de Santa Catarina. Pinus elliottiiCiência Florestal 1994; 4(1): 43-59.

Finger CAG, Schneider PR. Determinação do peso do desbaste para florestas de Hill ex Maiden, com base no índice de espaçamento relativo. Eucalyptus grandisCiência Florestal 1999; 9(1): 79-87.

Gomes FS, Maestri R, Sanquetta CR. Avaliação da produção em volume total e sortimento em povoamentos de Pinus taeda L. submetidos a diferentes condições de espaçamento inicial e sítio. Ciência Florestal 1997; 7(1): 101-126.

Graybill FA. Theory and application of the linear model. Belmont: Duxbury Press; 1976.

Inoue MT, Figueiredo A Fo, Rodrigo L. Influence of vital growth space on height and diameter of . Pinus taeda LScientia Forestalis 2011; 39(91): 377-385.

Leite HG, Nogueira GS, Moreira AM. Efeito do espaçamento e da idade sobre variáveis de povoamentos de Pinus taeda L. Revsta Árvore 2006; 30(4): 603-612.

Machado SA, Bartoszeck ACPS, Figueiredo A Fo, Oliveira EB. Efeito da densidade e do sítio sobre as curvas de distribuição diamétrica em Bracatingais Nativos (Benth.) da região metropolitana de Curitiba. Mimosa scabrellaAmbiência 2008; 4(1): 37-50.

Machado SA, Conceição MB, Figueiredo DJ. Modelagem do volume individual para diferentes idades e regimes de desbaste em plantações de Pinus oocarpa. Revista Ciências Exatas e Naturais 2002; 4(2): 185-197.

Machado SA, Urbano E, Conceição MB. Comparação de métodos de estimativa de volume para Pinus oocarpa em diferentes idades e diferentes regimes de desbastes. Boletim de Pesquisa Florestal 2005; (50): 81-98.

Nogueira GS, Leite HG, Campos JCC, Souza AL, Couto L. Determinação da idade técnica de desbaste em plantações de eucalipto utilizando o método dos ingressos percentuais. Scientia Forestalis 2001; (59): 51-59.

Oliveira EB. Um sistema computadorizado de prognose do crescimento e produção de Pinus taeda L., com critérios quantitativos para a avaliação técnica e econômica de regimes de manejo [tese]. Curitiba: Seter de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Paraná; 1995.

Pelissari AL, Lanssanova LR, Drescher R. Modelos volumétricos para pinus tropicais, em povoamento homogêneo, no Estado de Rondônia. Pesquisa Florestal Brasileira, 2011; (31): 173-181.

Queiroz D, Machado AS, Figueiredo A Fo, Arce JE, Koehler HS. Identidade de modelos em funções de afilamento para Bentham em povoamentos nativos da região metropolitana de Curitiba/PR. Mimosa scabrellaRevista Floresta 2008; (38): 339-349.

Sanquetta CR, Rezende AV, Gaiad D, Schaff LB, Zampier AC. Produção de madeira para laminação em povoamentos de submetidos a diferentes densidades e regimes de desbaste: uma abordagem experimental. Pinus taedaRevista Floresta 2004; 28(1): 83-99.

Smith DM. The practice of silviculture: applied forest ecology. Hoboken: John Wiley & Sons; 1997.

Trevisan R, Haselein CR, Santini EJ, Schneider PR, Menezes LF. Efeito da intensidade de desbaste nas características dendrométricas e tecnológicas da madeira de  Eucalyptus grandis.Ciência Florestal 2007; 17(4): 377-387. http://dx.doi.org/10.5902/198050981969.
 

58ff4f630e88259f66abdcf4 floram Articles
Links & Downloads

FLORAM

Share this page
Page Sections