Floresta e Ambiente
http://floram.org/article/doi/10.1590/2179-8087.081914
Floresta e Ambiente
Original Article Forest Products

Lenho e Casca de Eucalyptus e Acacia em Plantios Monoespecíficos e Consorciados

Wood and Bark of Eucalyptus and Acacia in Pure and Mixed Stands

Silva, Camila Luiz; Roldão, Bruna de Carvalho; Santos, Leonardo David Tuffi; Hein, Paulo Ricardo Gherardi

Downloads: 0
Views: 150

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar a variação do teor e espessura da casca e da densidade básica da madeira de Eucalyptus e Acacia plantados em monocultivo e consórcio. Cinco árvores de Eucalyptus urophylla × E. grandis e cinco de Acacia mangium foram investigadas em plantios monoespecíficos e mistos, totalizando 20 árvores. O teor e espessura da casca produzida pela Acacia em monocultivo (47,5% e 1,32 cm) foram aproximadamente três vezes superiores, quando comparadas àquelas do plantio consorciado (15,2% e 0,51 cm). A partir desses resultados, conclui-se que não há diferença significativa entre as médias da densidade básica das madeiras de Eucalyptus e Acacia provenientes dos plantios monoespecíficos e mistos. Contudo, há variação longitudinal significativa em termos de densidade básica da madeira das árvores de Acacia e de Eucalyptus provenientes tanto do plantio monocultivado como do consorciado, indicando que há diferença na qualidade da madeira manejada para uso múltiplo.

Palavras-chave

monocultivo, plantio misto, floema, xilema, densidade, madeira

Abstract

This study aimed to evaluate the variation of the bark content and thickness, and wood basic density of Eucalyptus and Acacia planted in pure and mixed stands. Five trees of Eucalyptus urophylla × E. grandis and Acacia mangium were investigated in pure and mixed stands, totaling 20 trees. The content and thickness of the bark produced by Acacia in monoculture (47.5% and 1.32 cm) were approximately three times higher than those from mixed stand (15.2% and 0.51 cm). From these results, it can be concluded that there is no significant mean difference between the density for Eucalyptus and Acacia wood from the pure and mixed plantings. However, there is significant longitudinal variation of basic density of Acacia and Eucalyptus wood from pure and mixed stand, indicating differences in the wood quality from logs managed for multiple use.

Keywords

monoculture, mixed planting, phloem, xylem, density, wood

References

Alencar GSB. Qualidade da madeira de espécies do gênero Acacia plantadas no Brasil [tese]. Piracicaba: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – ESALQ/USP; 2009.

Associação Brasileira De Normas Técnicas – ABNT. NBR 11941: madeira - determinação da densidade. Rio de Janeiro: ABNT; 2003. 6 p.

Associação Brasileira De Produtores De Florestas Plantadas – ABRAF. Anuário estatístico da ABRAF 2013: ano base 2012. Brasília: ABRAF; 2013. 148 p.

Batista AF. Acácia: cultivo. Piracicaba: Casa do Produtor Rural: ESALQ/USP; 2010.

Bouillet JP, Laclau JP, Gonçalves JLM, Moreira MZ, Trivelin PCO, Jourdan C et al. Mixed-species plantations of Acacia mangium and Eucalyptus grandis in Brazil 2: nitrogen accumulation in the stands and biological N2 fixation. Forest Ecology and Management 2008; 255(12): 3918-3930. http://dx.doi.org/10.1016/j.foreco.2007.10.050.

Coelho SRF, Gonçalves JLM, Mello SLM, Moreira R, Silva EV, Laclau J. Crescimento, nutrição e fixação biológica de nitrogênio em plantios mistos de eucalipto e leguminosas arbóreas. Revista Pesquisa Agropecuária Brasileira 2007; 42(6): 759-768. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2007000600001.

Foelkel CEB. Casca da árvore do eucalipto: aspectos morfológicos, fisiológicos, florestais, ecológicos e industriais, visando a produção de celulose e papel. In: Foelkel CEB, editor. Eucalyptus OnLine Book & Newsletter [online]. 2005 [cited 2013 out 31]. Available from: http://www.eucalyptus.com.br/

Foelkel CEB. Os eucaliptos e as leguminosas – parte 03: Acacia mangium. In: Foelkel CEB, editor. Eucalyptus OnLine Book & Newsletter [online]. 2012 [cited 2013 nov 1]. Available from: http://www.eucalyptus.com.br/

Forrester DI, Bauhus J, Khanna PK. Growth dynamics in a mixed-species plantation of Eucalyptus globulus and Acacia mearnsii. Forest Ecology and Management 2004; 193(1-2): 81-95. http://dx.doi.org/10.1016/j.foreco.2004.01.024.

Gava JL, Ometto ML, Nibe TMM, Seixas F. Influência da espessura da casca de Eucalyptus torelliana e Eucalyptus tereticornis sobre a variação da temperatura do câmbio durante a ocorrência de um incêndio florestal. Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais – IPEF 1995; (48-49): 126-132.

Gonçalves FG, Lelis RCC. Caracterização tecnológica da madeira de Acacia mangium Willd em plantio consorciado com eucalipto. Floresta e Ambiente 2012; 19(3): 286-295. http://dx.doi.org/10.4322/floram.2012.034.

Hein PRG. Genetic and environmental control of microfibril angle on Eucalyptus wood: its effects on wood traits and implication for selection [tese]. Montpellier: Mechanical and Civil Engineering, University of Montpellier 2; 2011.

Kim NT, Ochiishi M, Matsumura J, Oda K. Variation in wood properties of six natural acacia hybrid clones in northern Vietnam. Journal of Wood Science 2008; 54(6): 436-442. http://dx.doi.org/10.1007/s10086-008-0976-2.

Klein JEM, Schneider PR, Finger CAG, Fleig FD. Produção de madeira e casca de acácia-negra (Acacia mearnsii de Wild) em diferentes espaçamentos. Revista Ciência Florestal 1992; 2(1): 87-97. http://dx.doi.org/10.5902/19805098277.

Kleinpaul IS, Schumacher MV, Vieira M, Navroski MC. Plantio misto de Eucalyptus urograndis e Acacia mearnsii em sistema agroflorestal: I - produção de biomassa. Revista Ciência Florestal 2010; 20(4): 621-627.

Latorraca JVF, Albuquerque CEC. Efeito do rápido crescimento sobre as propriedades da madeira. Floresta e Ambiente 2000; 7(1): 279-291.

Lima IL. Efeito do desbaste e da fertilização na porcentagem de casca e conicidade de torras de Eucalyptus grandis. Revista Floresta 2011; 41(2): 305-312.

Mauri R. Anatomia e densidade do lenho de clones de Eucalyptus urophylla × Eucalyptus grandis, com variação de altitude e de topografia, no estado de Minas Gerais [dissertação]. Jerônimo Monteiro, ES: Departamento de Ciências Florestais, Universidade Federal do Espírito Santo; 2010.

Oliveira JTS, Silva JC. Variação radial da retratilidade e densidade básica da madeira de Eucalyptus saligna Sm. Revista Árvore 2003; 27(3): 381-385. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622003000300015.

Peel MC, Finlayson BL, Mcmahon TA. Updated world map of the Köppen-Geiger climate classification. Hydrology and Earth System Sciences 2007; 11(5): 1633-1644. http://dx.doi.org/10.5194/hess-11-1633-2007.

Pinso C. Nasi R. The potential use of Acacia mangium × Acacia auriculiformis hybrid in Sabah. In: Carron LT, Aken KM, editors. Breeding technologies for tropical acacias. Canberra: Australian Centre for International Agricultural Research; 1992.

Queiroz SCS, Gomide JL, Colodette JL, Oliveira RC. Influência da densidade básica da madeira na qualidade da polpa kraft de clones híbridos de Eucalyptus grandis W. Maiden x Eucalyptus urophylla S. T. Blake. Revista Árvore 2004; 28(6): 901-909. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622004000600016.

Rawchal MFG, Dedecek RA, Curcio GR, Simon AA. Produção de madeira, casca e tanino de Acacia mearnsii com sete anos, em solos derivados de micaxistos e arenito no município de Piratini, RS. Colombo: EMBRAPA; 2001. 4 p. (Comunicado Técnico; no. 54).

Sette CR Jr, Oliveira IR, Tomazello M Fo, Yamaji FM, Laclau JP. Efeito da idade e posição de amostragem na densidade e características anatômicas da madeira de Eucalyptus grandis. Revista Árvore 2012; 36(6): 1183-1190. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622012000600019.

Teago GBS. Qualidade das madeiras de acácia e eucalipto provenientes de cultivo misto visando a produção de celulose [dissertação]. Jerônimo Monteiro, ES: Departamento de Ciências Florestais, Universidade Federal do Espírito Santo; 2012.

Trugilho PF, Bianchi ML, Rosado SCS, Lima JT. Qualidade da madeira de clones de espécies e híbridos naturais de Eucalyptus. Scientia Forestalis 2007; 73: 55-62.

Trugilho PF, Mori FA, Lima JT, Cardoso DP. Determinação do teor de taninos na casca de Eucalyptus spp. Cerne 2003; 9(2): 246-254.

Veiga RAA, Carvalho CM, Brasil MAM. Determinação de equações de volume para árvores de Acacia mangium. Cerne 2010; 6(1): 103-107.

Vezzani FM. Aspectos nutricionais de povoamentos puros e misto de Eucalyptus saligna (Smith) e Acacia mearnsii (De Wild.) [dissertação]. Porto Alegre, RS: Departamento de Ciências do Solo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul; 1997.

Vieira M, Schumacher MV, Liberalesso E. Crescimento e produtividade de povoamentos monoespecíficos e mistos de eucalipto e acácia-negra. Revista Ciência Florestal 2011; 23(1): 67-76.

Vital BR. Influência da casca no rendimento e na qualidade do carvão vegetal de Eucalyptus grandis. Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais – IPEF 1989; (41/42): 44-49.

Zobel B, Jett JB. Genetics of wood production. Berlin: Springer Verlag; 1995.
 

5a7361900e8825eb188b4568 floram Articles
Links & Downloads

FLORAM

Share this page
Page Sections